Você ouve zumbidos sem explicação? Entenda o que é isso e como tratar

23/07/2019 11:33:56

Existe uma grande probabilidade de já ter acontecido com você ou de alguém próximo já ter comentado: de repente, um barulhinho chato surge na cabeça, mas não existe nenhuma fonte sonora por perto que o justifique. Em alguns casos, é agudo como um apito; em outros, grave como um motor. Pode também parecer um grilo, o barulho de água escorrendo e mesmo batidas do coração ou cliques.

Trata-se do zumbido, um problema que, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), até 2020 deve atingir 25% da população mundial – o que significa que, a cada grupo de quatro pessoas, uma sofrerá com isso. Para a OMS, esta é uma questão muito séria, pois prejudica a qualidade de vida e pode levar a outros transtornos, como os de sono ou de saúde mental.

De onde vem esse zumbido?

Fayez Bahmad Jr, médico do Instituto Brasiliense de Otorrinolaringologia, explica que o zumbido é “uma tentativa do sistema responsável pela audição compensar a ausência do estímulo auditivo que deveria estar presente.”

A causa inicial, de acordo com Fayez, tende a ser uma destas:

– distúrbios de ansiedade, depressão e sono;

– otosclerose (um crescimento anormal dos ossículos, no ouvido médio);

– surdez súbita (perda auditiva, em até três dias, de três frequências de som em mais de 30 decibéis);

– schwannoma vestibular ou neurinoma do acústico (tumor que acomete o crânio); e

– otites médias, agudas ou crônicas (inflamações na orelha média).

Pioneira dos estudos sobre zumbido no Brasil, a médica Tanit Ganz Sanchez esclarece que o zumbido não é uma doença única e padronizada, e suas causas podem ser influenciadas por hábitos secundários, como o consumo excessivo de doces, cafeína, glúten e drogas ilícitas.

“No cenário atual, o zumbido é entendido como uma doença da vida moderna que só tende a crescer”, afirma ela, que é fundadora do Instituto Ganz Sanchez e criadora do site TV Zumbido, onde podem ser vistos vídeos gratuitos sobre este problema contemporâneo.

Zumbido afeta mais as mulheres do que os homens

Embora o zumbido não seja muito exigente em relação ao seu público, atingindo desde crianças até idosos de todas as etnias e classes sociais, Fayez conta que estudos científicos revelas uma prevalência superior da condição entre as mulheres.

“Talvez isso possa ser explicado pela frequência também maior entre o público feminino de distúrbios de ansiedade e depressão”, opina.

Como se livrar do zumbido?

O tratamento definitivo é por meio da causa do zumbido, ou seja, cuidando de uma daquelas apontadas ali em cima. Por isso, a primeira providência a ser tomada é se consultar com um médico otorrinolaringologista para investigar o que está levando este zumbido para a sua cabeça e a partir daí adotar os procedimentos necessários.

O Lavador de Ouvido JS 2.0, de fabricação exclusiva da Stra Medical, foi desenvolvido por um médico otorrinolaringologista diretamente para seus colegas médicos e profissionais da saúde para a remoção de corpos estranhos, cerume e também para a lavagem de conduto auditivo.

Compartilhe:
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
Categorias: