Você conhece um Ventilador Pulmonar? Conheça sobre seu funcionamento

04/09/2020 14:28:06

A respiração pulmonar é responsável pela troca de gases em todos os tecidos do corpo humano, se tratando de uma função vital para a sobrevivência. Em situações em que o paciente é incapaz de manter o ciclo respiratório, devido a fatores como doenças, anestesia e defeitos congênitos, é utilizado o ventilador pulmonar com o objetivo de prover suporte respiratório ao paciente.

O ventilador pulmonar é classificado como um equipamento de suporte a vida, ou seja, é um equipamento capaz de sustentar a vida de um paciente após a insuficiência de órgãos vitais, no caso, o pulmão. Por este motivo, é de fundamental importância que o funcionamento do ventilador esteja dentro dos padrões esperados, oferecendo uma ventilação artificial, promovendo suporte ventilatório temporário, completo ou parcial, a pacientes que não conseguem respirar por vias normais devido a fatores diversos.

Grande parte dos ventiladores pulmonares utilizam uma fonte de pressão positiva para enviar ar aos pulmões. Ao enviá-lo, é feita a troca gasosa e então retirada a pressão para que ocorra a expiração. A ventilação artificial pode ser feita pela via nasal, oral ou por tubo de traqueostomia.

Como o Ventilador Pulmonar funciona?

Considerando o ventilador pulmonar como um equipamento que toma a energia de entrada e a converte, ou transmite, utilizando um sistema de controle para obter uma saída desejada, pode-se estudá-lo segundo seus diversos componentes, funções e recursos listados a seguir:

  • Energia de Entrada: Para o funcionamento do equipamento, a energia pode ser obtida de duas formas: elétrica e pneumática(gases comprimidos).
  • Sistemas de Transmissão e Conversão de Energia: transmitem e controlam o fornecimento de gás, utilizando um conjunto de válvulas que são responsáveis por regular o fluxo de gás ao paciente.
  • Mecanismos de Acionamento: Existem diversos mecanismos para acionar o equipamento, cada tipo de mecanismo emprega uma forma de gerar um padrão de pressão e fluxo para a respiração do paciente.
  • Sistemas de Controle de Saída – Válvulas: O sistema de controle de saída tem por finalidade ajustar o fluxo de gás ao paciente.
  • Unidade Central de Controle: O controle de  fornecimento de gases nos ventiladores pulmonares é baseado em quatro parâmetros: fluxo, volume, tempo e pressão.

Fonte: Arkmeds

Compartilhe:
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
Categorias: