Processo de limpeza em lavadora ultrassônica automatizada

08/01/2020 10:22:40

A limpeza é o primeiro passo crítico no reprocessamento de material médico hospitalar. Trata-se da remoção da sujidade e este processo visa remover os microorganismos e resíduos para garantir os processos de desinfecção  e esterilização. A contaminação de uma variedade de dispositivos reutilizáveis e instrumentais são causas de preocupação com relação a segurança pela contaminação cruzada entre pacientes.

A limpeza automatizada passou a ser uma exigência para o processamento de alguns materiais médicos (art 67) e especifica a lavadora ultrassônica como obrigatória para a limpeza de produtos para a saúde com conformações complexas.

A limpeza através da lavadora ultrassônica, traz, além do benefício de padronizar os ciclos e garantir a ação mecânica em espaços de difícil acesso, dá condição de parametrizar  o processo, garantir e documentar a efetividade da limpeza.

Como funcionam as lavadoras ultrassônicas

Estes aparelhos produzem, através das ondas ultrassônicas, milhões de minúsculas bolhas que, ao se expandirem, implodem.

A implosão destas bolhas, gera áreas de vácuo que provocam o descolamento da sujeira presente na superfície do instrumental. Este processo se chama CAVITAÇÃO.

O processo de cavitação possibilita uma remoção muito mais eficaz da sujidade em toda a superfície do material, principalmente em áreas de difícil acesso.

Independência de processos manuais

Diminuem os riscos inerentes à atividade laboral e à redução da necessidade de capacitação do colaborador em decorrência de avanços tecnológicos, é um processo mais higiênico já que não há contato humano com as peças a serem limpas, além da significativa redução de dispêndio com recursos humanos, pois a sequência é automatizada.

A automatização do processo diminui muito os erros com o uso inadequado de insumos. Assim, garante-se que os parâmetros sejam mantidos durante todos as fases do processo, evitam-se acidentes, que porventura possam acontecer com a utilização inadequada da dosagem de detergente e água e, consequentemente, o desperdício de material. Essa é uma característica muito importante para um resultado eficiente e satisfatório.

Fonte: tsambientali / biossegurancasemstress

Compartilhe:
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
Categorias: