Oxímetro de dedo: o que é e por que você deve ter um

15/04/2020 16:02:58

O oxímetro é um aparelho que mede a quantidade de oxigênio no sangue. Essa medição pode ser realizada de diversas formas, tanto direta (quando o sangue do paciente é coletado e analisado em laboratórios) quanto indireta (sem a necessidade de se coletar sangue, como é a forma realizada pelo oxímetro de dedo e pelo oxímetro de pulso, por exemplo).

O aparelho funciona por meio do espectro de luz enviado de um lado ao outro do aparelho, percebendo a saturação no sangue de acordo com o resultado coletado do outro lado. Isso quer dizer que o oxímetro de dedo é capaz de perceber as diferenças de coloração no sangue e definir não apenas a quantidade de oxigênio em circulaço, mas também a frequência cardíaca da pessoa sendo medida.

A principal característica desse equipamento é o seu comportamento não invasivo, o que resulta em grande praticidade de uso. Para realizar a medição, basta prender o aparelho ao dedo do paciente e aguardar pelo resultado a ser exibido no display.

Aplicações

oxímetro de dedo é bastante indicado para profissionais da área da saúde que precisem realizar medições rápidas e cotidianas, como enfermeiros, médicos, dentistas, fisioterapeutas e afins, mas ele também é bastante útil para quem precisa acompanhar atividades esportivas ou que exijam esforço do coração por qualquer motivo. Muitos atletas, seja em treinamento ou em competição, precisam ter o seu ritmo cardíaco constantemente aferido.

Por seu tamanho compacto, é um equipamento que pode ser carregado com facilidade, seja pelas dependências de um hospital, seja pelos locais frequentados por atletas ou praticantes de atividades radicais.

oxímetro de dedo é alimentado por uma bateria interna, não sendo necessária nenhuma conexão com a rede elétrica ou qualquer outra rede para funcionar. Basta ligar e utilizar no paciente.

Ele é um equipamento bastante indicado para profissionais da área médica que lidam com emergências, já que pode ser utilizado rapidamente em diagnósticos de primeiros socorros e outros casos urgentes.

Como escolher

Toda escolha levará em conta a necessidade do usuário, por exemplo: um aparelho utilizado em casa para o acompanhamento de um paciente deve priorizar a facilidade de uso. Nesse caso, convém optar por aparelhos resistentes e de fácil leitura, já que os utilizadores não terão conhecimento técnico avançado.

Já para os profissionais da saúde, importante analisar as necessidades específicas de cada caso. Para eles, é importante checar a acuidade do medidor, ou seja, a precisão de medição –já que alguns aparelhos são mais precisos e, por isso, mais indicados que outros quando o diagnóstico precisa ser o mais próximo do real.

Outra medida importante a ser checada é se o oxímetro de dedo é aprovado pela Anvisa, já que isso é uma segurança maior para o profissional. Alguns aparelhos ainda possuem alarmes, tempo de duração de bateria prolongado e construção mais resistente, o que pode atender melhor a profissionais que o utilizam com uma frequência muito alta e não podem ficar na mão no momento em que mais necessitam.

Lembre-se de que o uso deste equipamento deve ser feito por profissionais especializados ou após a indicação e sob as instruções destes. Nunca utilize equipamentos médicos ou medicamentos por conta própria, consulte sempre um profissional qualificado.

Fonte: Santa Apolonia

 

 

Compartilhe:
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
Categorias: