Oftalmoscópio, como usar

10/08/2020 15:41:57

O Oftalmoscópio é um equipamento médico utilizado para examinar o olho do paciente, mais especificamente o fundo do olho, a retina e outras estruturas internas, que pode mostrar alterações na região ocular ou até mesmo doenças sistêmicas que podem causar retinopatia.

Este instrumento é composto de um cabo, onde se coloca as baterias, e uma cabeça que possui uma lâmpada e um conjunto de espelhos que direcionam a luz para o olho do paciente. Essa luz refletida mostra a região do fundo do olho.

Como funciona a visualização

Existem dois modos de visualização do fundo do olho. O direto e o indireto.

Direto - No modo direto, o médico utiliza um oftalmoscópio comum, com um sistema de lentes que propicia somente um ângulo de visão entre 10º e 12º. Esse modo fornece uma imagem direta, como o próprio nome diz.

Indireto - No modo indireto, o médico utiliza um equipamento monocular ou binocular que é preso em sua cabeça, e com um jogo de lentes, diafragmas e condensadores, ele obtém uma imagem invertida, porém com uma área maior da região ocular.

História

Os primeiros relatos da tentativa de observação dos olhos foi em 1704, Méry colocou um gato imerso na água na tentativa de melhorar a visualização de suas pupilas.

Somente em 1847, o matemático Babbage conseguiu fabricar uma ferramenta para enxergar a parte posterior ao olho humano. Esta ferramenta ganhou vida nova com Hermann von Helmholtz, em 1850, que deu o nome de Augenstegel.

O termo "oftalmoscópio" surgiu somente em 1853, na Inglaterra.

No início, a construção deste equipamento se dava com uma simples placa de cristal plana que servia para iluminar o olho. Como a iluminação não era boa, Hermann sobrepôs três placas planas e banhou o posterior do equipamento em prata, porém a iluminação ainda não melhorou.

Em 1852, Reute criou um espelho côncavo com uma pequena abertura no centro. Nesta mesma época, Rekoss acrescentou duas lentes móveis, que permitia ao médico ajustar o foco para uma melhor visualização.

Em 1861, Giraud-Teulon criou um equipamento que permitia a análise ocular indiretamente através de um oftalmoscópio binocular. Este equipamento possuía uma lente convergente em sua extremidade que mostrava uma imagem invertida, pequena e virtual. Em 1863, Adams criou o oftalmoscópio monocular que com uma cinta era preso na cabeça do médico.

Somente anos depois o modelo de oftalmoscópio mais adequado possível como o atual foi criado.

Fonte: enciclomedica

Compartilhe:
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
Categorias: