Conheça a importância de um oxímetro na sua clínica

28/05/2020 16:20:59

Você sabe o que é um oxímetro e a sua importância dentro de um hospital ou, até mesmo, para uso pessoal? O oxímetro é aquele aparelhinho médico que mede de modo indireto a quantidade de sangue que está transportando no corpo. O monitor do aparelho exibe a porcentagem de hemoglobina arterial. Por ser um aparelho não invasivo, é muito apropriado para o uso enfermeiros, médicos, dentistas e fisioterapeutas para medir a oxigenação em relação ao tempo.

O oxímetro é de suma importância para casos de emergência ou para quadros de problemas respiratórios. É um equipamento utilizado em todas as instalações de saúde como hospitais e clínicas.

Por que medir o nível de oxigênio no corpo?

Caso você tenha algum problema respiratório ou pulmonar, muito provavelmente o nível de oxigênio do seu corpo será menor. Quando a oxigenação fica muito baixa dificulta o corpo de trabalhar normalmente, sobrecarregando o coração e o cérebro. Nesse caso você pode precisar de oxigênio suplementar.

O oxímetro  irá ajudar a analisar a quantidade de oxigênio que precisa. Algumas pessoas precisam de mais oxigênio quando realizam alguma atividade que exerce algum esforço, enquanto outras precisam de oxigênio enquanto dormem.

Quais os valores normais em um oxímetro

Uma pessoa saudável costuma ter os níveis de saturação de oxigênio no sangue entre 95% e 100%. No entanto, mesmo casos em que os valores chegam a 90% podem ser considerados normais, a depender da situação. Quando os níveis são 89% ou menos, o funcionamento das células já pode ficar comprometido e acarretar outros problemas.

Cuidados e manutenção

Em ambientes de centro cirúrgico é propenso que ocorra influências resultantes da alta frequência, emitidas dos bisturis elétricos. Nesse caso, é indicado o uso de oxímetros que possuem isolamentos em seus circuitos. É recomendável que uma vez por ano deve se efetuar a calibração deste equipamento para não comprometer o funcionamento.

Fontes: negociosemfoco e cpaps

Compartilhe:
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
Categorias: