Como escolher o melhor Fotóforo Cirúrgico

17/11/2020 14:34:16

Os profissionais da saúde, em especial os médicos cirurgiões, precisam trabalhar com os melhores equipamentos, tornando o trabalho deles mais fácil, confortável e simples. Um desses equipamentos é o Fotóforo Cirúrgico: também conhecido como “Luz de Cabeça”, uma ferramenta importantíssima para a realização de procedimentos cirúrgicos. 

O fotóforo, além de auxiliar no campo de visão do médico, também evita que o profissional precise manipular ou ajustar os refletores de luzes ao longo do procedimento. O seu maior objetivo é realmente dar destaque para o que o profissional precisa enxergar. 

É muito difícil e até imprudente, realizar uma cirurgia com um foco de luz que cause sombra sobre o paciente que está sendo operado. Por isso, o Fotóforo Cirúrgico se faz tão necessário.

Identifique se você precisa de um instrumento como esse

O fotóforo é um instrumento indicado principalmente para a iluminação de cavidades, eliminando sombras sobre o campo de visão médico. Então, se você é um profissional da saúde que trabalha com procedimentos odontológicos, estéticos ou cirúrgicos, com certeza essa ferramenta será um auxílio para a eficácia e clareza do seu trabalho. 

 As áreas médicas famosas por utilizarem esse equipamento são: 

  •         Clínica Geral;
  •         Odontologia;
  •         Pequenas Cirurgias;
  •         Entre outras.

Quais as recomendações para a manutenção do Fotóforo Cirúrgico?

A manutenção do fotóforo serve para mantê-lo em um bom estado por mais tempo. O indicado é manter o equipamento sempre limpo e evitar choques mecânicos. Ele deve ser armazenado sempre em local seco, livre de poeira e vetores de contaminação. O seu manuseio feito exclusivamente por profissionais.

A sua vida útil já é longa, mas ao limpá-lo com cuidado seguindo as recomendações corretamente, ele dura muito mais tempo. 

Como escolher o melhor Fotóforo Cirúrgico?

Escolha o seu fotóforo baseado em quais procedimentos você terá que fazer. Ao se tratar de procedimentos cirúrgicos, invasivos ou não, é indicado que a luz seja forte e intensa, eliminando as sombras.

Para procedimentos odontológicos que não sejam cirúrgicos, um fotóforo com uma luz um pouco menos intensa, também pode suprir as suas necessidades.

Fonte: Doctus. 

Compartilhe:
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
Categorias: