Câncer de colo do útero: prevenção é a melhor solução

29/01/2020 18:13:30

O câncer de colo do útero é o terceiro mais frequente entre as brasileiras e atinge mais de 16 mil mulheres no Brasil por ano, segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca). Como a doença é silenciosa, em cerca de 35% dos casos acaba levando à morte. Mas, quanto mais cedo for diagnosticado, maiores são as chances de cura.

Em sua maioria, os casos estão relacionados à incidência de HPV, cerca de 90% dos diagnósticos. Mais comum tipo de infecção sexualmente transmissível em todo o mundo, o vírus HPV atinge de forma massiva as mulheres. Segundo o Ministério da Saúde, 75% das brasileiras sexualmente ativas entrarão em contato com o HPV ao longo da vida, sendo que o ápice da transmissão do vírus se dá na faixa dos 25 anos. Após o contágio, ao menos 5% delas irá desenvolver câncer de colo do útero em um prazo de dois a dez anos, uma taxa que preocupa os especialistas.

Existem mais de 200 tipos de HPV, sendo 18 deles os de alto risco, ou seja, que podem levar ao desenvolvimento de câncer, tanto cervical como de cabeça e pescoço. A infecção genital por HPV é muito frequente, sendo os tipos 16 e 18 os mais incidentes nos casos de câncer de colo de útero.

Formas de detecção
Mesmo sem sintomas, é indicado que todas as mulheres realizem periodicamente o exame preventivo (Papanicolau) - gratuito no Sistema Único de Saúde. O exame identifica a presença do HPV, e se o tipo de vírus presente é de baixo ou alto risco oncológico. Com o diagnóstico em fase inicial, as chances de cura são de 100%.

GynoPrep
Existem inúmeros estudos científicos, indicando que a melhor maneira de se realizar o exame Papanicolau é através do emprego da técnica da citologia líquida. O método de esfregaço, que ainda é o mais utilizado, possui alta taxa de recoletas, resultados insatisfatórios e falsos resultados.

O GynoPrep é um kit de citologia em meio líquido alemão importado com exclusividade pela Stra Medical que conseguiu reduzir drasticamente o custo do exame no Brasil. Produto de alta qualidade, aliado a uma técnica de processamento rápida, fácil e com ótima reprodutibilidade das amostras. São inúmeras vantagens que a citologia líquida trás, e certamente uma das mais importantes é a possibilidade de encaminhar o material remanescente para exames de biologia molecular.

Compartilhe:
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
Categorias: